quinta-feira, 21 de fevereiro de 2008

SÍMBOLO

Finalmente já está pronto o símbolo do «espaço história & arte» demorou algum tempo, mas valeu a pena esperar… O símbolo foi criado pelo arquitecto Luís Rodrigues, com a ajuda do designer Paulo Melo Veiga. Usaram as duas iniciais do nome da firma, o «H», da palavra História, pretende-se sem artifícios escusos, simbolizando a objectividade com que a História deve ser tratada. Na letra «a», inicial da palavra arte, o arquitecto optou por usar uma imagem mais “pessoal”, pediu-me que lhe desse imagens do património que eu mostro durante as visitas guiadas que oriento na abençoada terra onde nasci. Como, entre outras, tenho uma fraqueza por tectos em caixotões e ornatos barrocos enviei-lhe uma imagem de um caixotão da capela-mor da igreja de Santa Maria de Bragança. Eu acho que ele trabalhou lindamente e estou muito contente com o resultado final, digam-me o que vos parece….

10 comentários:

Pequete disse...

Está lindo! É sóbrio e dá um ar profissional, mas ao mesmo tempo, aquele prolongamento do "a" sugere imaginação e irreverência. Muito bom, mesmo. Parabéns!

Nuno R. disse...

Fabulástico! De um bom gosto estonteante Emília, parabéns e parabéns aos autores ;) Nuno R.

Nina disse...

Está muito bom!!! gostei da mistura de angulos rectos e linhas rodopiantes :)parabéns aos criadores e a Ti!
Só falta agora a tabuleta na porta!

Vicente disse...

Está muito bom sem duvida,
por um lado rectilinio com aqueles dois traços marcantes que sibolizam a História e por outro o rendilhado da tua imagem que lhe adorna o "A" lindamente.

Viajante disse...

Eu cá gosto muito. De excelente qualidade, como não podia deixar de ser. Parabéns!

Beijinhos e até dia 1 :-)

Ana Paredes Mendes disse...

Simples mas original, gostei especialmente dos efeitos criados no 'A'!
Boa iniciativa!

espaço história & arte disse...

carissimas(os)

Muito, muito obrigado pelo entusiasta e rapido retorno à minha pergunta!!
ainda bem q vos agrada pois prezo muito a vossa opinião!!
um abraço e bom fim d semana

Ana Paredes Mendes disse...

� um prazer...

Abra�o

Paredes Cardoso disse...

O H, sóbrio e sólido como deve ser o historiografar. Pelo contrário, o A, (embora os artistas tenha trabalhado sob um modelo a pedido da encomendante), exprime o exercício da criatividade, único e irrepetível, Arte, portanto.
Houve ainda a presença do Tempo, o génio fazedor das coisas belas.
Emília, mil razões para estar contente. Felicidades e boa continuação.

alexandrecastro disse...

olá locas
gosto do logo.
é muito no teu género:
clássico, irreverente e moderno!!!!
beijinho